#hashtag

Mídias sociais e a vida em rede

Perfil Ygor Salles é editor-adjunto de Mídias Sociais da Folha

Perfil completo

Dilma Bolada sai do ar no Facebook

Por Ygor Salles
23/07/14 16:35

Dilma Bolada, o personagem fake mais famoso do mundo político brasileiro, está fora do ar. Ao menos no Facebook.

O autor da página, Jeferson Monteiro, desativou a fanpage nesta quarta-feira (23).

Ele já havia dito no começo do ano que faria isso em razão da chegada do período eleitoral. Temia que sua sátira à presidente Dilma Rousseff fosse alvo. O que, aliás, já ocorreu em maio, em meio à troca de acusações com Pedro Guadalupe, que à época estava ligado à campanha de Aécio Neves.

Ao tentar acessar a URL da página (http://facebook.com/dilmabolada), o leitor é redirecionado à página principal do Facebook. O que indica que a página não foi apagada, e sim tirada do ar temporariamente.

Em sua página no Facebook, Monteiro deixou uma mensagem curta sobre o fato de ter tirado a página do ar.

Jef

Mais tarde, explicou a sua decisão em outro post no Facebook. Segundo Jeferson, os rumos tomados na campanha eleitoral dentro da internet é o principal motivo de seu período sabático na rede social. E aproveitou para criticar a oposição.

“Há alguns dias foi liberada a campanha e é muito ruim saber que você pode fazer a diferença mas ver que está quase sozinho no meio de uma tormenta que é a internet, e que tem tudo para piorar conforme 05/10 se aproximar. Chega a ser imoral a forma como aqueles que lutam contra a Dilma estão se portando e planejando se portar nas redes. É abominável as estratégias dos hipócritas que falam em ‘campanha limpa’ mas que na realidade, têm suas equipes arquitetando para recrutar pessoas simpáticas seus partidos, além de influenciadores, blogueiros e páginas na internet para difamarem Dilma. Esse tipo de coisa é desanimador”, disse Monteiro. “E já adianto que caso a Dilma Bolada não volte, estarei tranquilo e com sensação de dever cumprido.”

Porém, a conta da Dilma Bolada no Twitter (http://twitter.com/diimabr) continua no ar, firme e forte. A última postagem, inclusive, foi feita por volta do meio-dia:

É só um fake, mas que faz barulho, e por isso se torna notícia. Dilma Bolada tem hoje em dia um perfil bastante agressivo contra a oposição. Sem contar que tem muitos seguidores. No Twitter, por exemplo, tem mais fãs que Aécio Neves e Eduardo Campos, os principais concorrentes de Dilma ao Planalto, somados.

Este blog tentou entrar com contato com Monteiro, mas ainda não obteve sucesso.

ATUALIZAÇÃO: A conta do Twitter também foi desativada por Monteiro na noite desta quarta-feira.

Jean Wyllys causa polêmica ao sugerir que avião foi derrubado por levar pesquisadores do HIV

Por Ygor Salles
19/07/14 21:02

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) causou polêmica nas redes sociais ao sugerir a possibilidade de o avião da Malaysia Airlines que caiu na Ucrânia ter sido abatido por levar pesquisadores que buscam a cura da Aids.

O post da discórdia foi feito pelo deputado na noite de sexta-feira (18) no Facebook.

Wyllys

Nele, Jean Wyllys lamenta o ocorrido, em especial o fato de que dentro do avião estavam mais de 100 pessoas, 100 pessoas que viajavam para a Austrália para participar da 20ª Conferência Mundial de Aids.

Entre essas pessoas estavam importantes pesquisadores que buscavam a cura da Aids, como o holandês Joep Lange, ex-presidente da Sociedade Internacional de Aids entre 2002 e 2004.

Até aí, tudo bem.

O ponto da discórdia vem na parte final da postagem, em que Jean Wyllys lembra que Rússia e Ucrânia são países conservadores –o que poderia justificar o abatimento de um avião cheio de pesquisadores do HIV.

“Diante desses fatos – e sem querer estimular teorias da conspiração – questiono se o fato de haver especialistas em HIV/AIDS à bordo do avião terá sido uma mera coincidência ou pode apontar para uma outra explicação sobre o abatimento da aeronave numa região da fronteira entre dois países conservadores? É uma pergunta!”, disse o deputado.

Foi o suficiente para que o deputado sofresse uma enxurrada de críticas nas redes sociais. E, como é um ativista fervoroso da causa homossexual, a sugestão de teoria conspiratória serviu também para que seus detratores fossem ao ataque.

Veja algumas das manifestações:

Mais tarde, a assessoria do deputado postou uma réplica às críticas dentro do post no Facebook. Nela, ressaltam que o próprio deputado considera isso uma teoria conspiratória.

“Será que os comentaristas de facebook não conseguem sequer mais perceber que o deputado não está fazendo afirmações, mas tão somente uma pergunta a partir de algo concreto? Perguntas são para serem feitas!”, disseram.

Gilmar e o boné

Por Ygor Salles
17/07/14 12:50

Se José Maria Marin se baseou na opinião pública para demitir o técnico Luiz Felipe Scolari da seleção brasileira, já pode dar bilhete azul para o recém-anunciado coordenador técnico, Gilmar Rinaldi.

Gilmar, ex-goleiro campeão do mundo em 1994 e empresário de jogadores, foi anunciado como coordenador por volta das 11h, e imediatamente chegou ao topo dos trending topics (assuntos mais comentados) do Twitter no Brasil. E a maioria absoluta critica sua contratação.

As principais críticas são para o conflito de interesses de ser empresário de jogadores e comandar a parte técnica da seleção –embora ele tenha dito que encerrou todos os contratos que tinha como empresário– e para a falta de renovação nos quadros técnicos da CBF após o vexaminoso desempenho da seleção na Copa.

Veja alguns dos comentários:

Mas um detalhe da entrevista coletiva de Gilmar recebeu especial atenção dos internautas. Ao ser questionado sobre o que mais o incomodou na seleção brasileira, o novo coordenador disse que foi… o boné que os jogadores usaram ao entrar em campo contra a Alemanha com a inscrição “Força Neymar”, em alusão ao craque que não entrou em campo por ter quebrado uma vértebra no jogo contra a Colômbia. E emendou dizendo que era “a única coisa que achei fora de sintonia”.

Os mais buscados da Copa no Google

Por Ygor Salles
14/07/14 19:58

O Google apresentou nesta segunda-feira rankings dos itens mais buscados relacionados à Copa, incluindo gols, jogadores, partidas, seleções e até celebridades.

Confira as listas:

Jogadores mais buscados:
1º) Neymar (Brasil)
2º) Cristiano Ronaldo (Portugal)
3º) Messi (Argentina)

Técnicos mais buscados:
1º) Luiz Felipe Scolari (Brasil)
2º) Louis van Gaal (Holanda)
3º) Jürgen Klinsmann (Alemanha)

Goleiros mais buscados
1º) Ochoa (México)
2º) Howard (Estados Unidos)
3º) Neuer (Alemanha)

Jogos mais buscados:
1º) Alemanha 7×1 Brasil
2º) Holanda 5×2 Espanha
3º) Bélgica 1×0 Estados Unidos

Gols mais buscados:
1º) O primeiro de Van Persie em Holanda 5×2 Espanha, na primeira fase
2º) O de Messi em Argentina 1×0 Irã, na primeira fase
3º) O primeiro de James Rodriguez em Colômbia 2×0 Uruguai, nas oitavas

Cidades-sedes mais buscadas:
1ª) São Paulo
2ª) Rio de Janeiro
3ª) Belo Horizonte

Estádios mais buscados:
1º) Maracanã
2º) Itaquerão
3º) Mineirão

Memes mais buscados:
1º) A mordida de Luis Suárez em Chiellini
2º) As defesas de Tim Howard contra a Bélgica
3º) As cavadas de falta de Arjen Robben

Celebridades mais buscadas:
1º) Shakira
2º) Bruna Marquezine
3º) Irina Shayk

Campeão, Podolski faz ‘selfie’ ainda no campo

Por Ygor Salles
13/07/14 20:29

Lukas Podolski não esperou nem sair do campo para postar ao ser campeão do mundo no Maracanã.

O atacante, que ganhou a simpatia dos brasileiros pelas postagens em português no Twitter e por torcer pela seleção brasileira quando ainda estava na Copa, saiu tirando ‘selfies’ com todo mundo. E as postagens fizeram sucesso.

A primeira, ao lado do volante Schweinsteiger, já tem mais de 72 mil retuítes.

Depois, tirou fotos com a taça da Copa do Mundo e com a chanceler alemã, Angela Merkel, que veio ao Brasil para prestigiar a partida final da Copa:

Shakira e Ivete dominam a cena na festa de encerramento

Por Ygor Salles
13/07/14 15:19

Não chega a ser novidade, já que Shakira teve muito mais simpatia dos internautas ao longo da Copa do que os cantores da música oficial da Copa-2014, Jennifer Lopez, Pitbull e Claudia Leitte. Mas a cantora colombiana de novo foi, para os internautas, o centro das atenções da festa de encerramento do Mundial.

O nome dela chegou aos trending topics (assuntos mais comentados) mundiais do Twitter duas vezes, já que até o filho dela, Milan, também chamou bastante a atenção.

O principal foco dos comentários, claro, é a comparação do desempenho dela no Maracanã em comparação com o trio que cantou ‘We Are One’ na cerimônia de abertura.

Em menor grau, Ivete Sangalo também ganhou holofotes –no caso dela, sendo comparada especificamente com Claudia Leitte.

Já o filho da Shakira merece um capítulo à parte. A cantora levou o pequeno Milan no colo até o palco e a tuitosfera se derreteu:

Noves fora os comentários sobre a festa de encerramento, os otimistas argentinos dominam. A hashtag #ArgentinaCampeonBrasil2014 lidera os trending topics mundiais desde o final da manhã de hoje.

Vizinhos torceram em peso contra o Brasil na Copa, apontam dados do Facebook

Por Ygor Salles
12/07/14 19:09

Não que isso seja novidade vindo dos argentinos, mas nossos ‘vizinhos’ latino-americanos torceram muito contra o Brasil durante a Copa, de acordo com dados divulgados pelo Facebook neste sábado.

A empresa mapeou as interações relativas ao Mundial nos 32 clubes participantes (300 milhões de perfis, que geraram mais de 2 bilhões de interações) para saber para quem as pessoas em cada país torciam e para quem passavam a torcer a partir do momento que a seleção local era eliminada.

O gráfico interativo pode ser acessado aqui ou clicando na imagem abaixo:

Fluxo

No caso do Brasil, o resultado foi que não contamos muito com a simpatia dos latino-americanos, mas tivemos um razoável suporte de europeus, asiáticos e africanos que foram deixando a competição.

Outra conclusão importante tirada dos dados é que a língua é fator determinante na escolha de um novo time para torcer –o que, de certa forma, ajuda a explicar a birrinha dos nossos vizinhos, todos apoiando os rivais de língua espanhola que enfrentamos nas oitavas e quartas de final (Chile e Colômbia, respectivamente).

Vamos aos números:

Dois times latino-americanos deixaram a competição na primeira fase: Equador e Honduras. A seleção que mais captou torcedores equatorianos nas oitavas foi o Chile, nosso adversário, e a Colômbia. Já os hondurenhos optaram por torcer em peso para a vizinha Costa Rica.

Já os eliminados nas quartas (Chile, Costa Rica e Uruguai) optaram, em sua maioria, por torcer pela Colômbia nas quartas de final.

Aqui, um adendo que mostra que a zueira dos argentinos não tem limites: diante da possibilidade de os colombianos tirarem o Brasil da Copa, quase metade dos que torceram pela Argentina nas oitavas passou a apoiar a Colômbia nas quartas:

Zoeira

A própria equipe do Facebook identificou o confronto entre brasileiros e argentinos como uma das mais fortes da Copa. Segundo eles, os brasileiros não deram muito apoio aos times do grupo da Argentina (Bósnia, Nigéria e Irã) quando jogaram entre si, mas os apoiaram fortemente quando enfrentaram os hermanos.

Nenhum dos times eliminados nas quartas de final apontou o Brasil como o time favorito nas semifinais –posto que foi dividido entre alemães e argentinos, que coincidentemente chegaram à final da competição.

Para a final, o Facebook identificou a tendência de os derrotados apoiarem a Alemanha: eles contam, até o momento, com a torcida de 81% dos que torceram pela Holanda nas semifinais e com 71% dos que torceram pelo Brasil.

Vídeo mostra Brasil x Alemanha como os brasileiros viram: um W.O.

Por Ygor Salles
10/07/14 17:39

Você teve a sensação que a Alemanha jogou sozinha na semifinal da Copa ao golear o Brasil por 7 a 1?

Então agora pode ver o jogo como ele realmente foi.

O canal do Youtube Zebra Kamikaze resolveu levar o W.O. brasileiro ao pé da letra e editou os gols sem os jogadores brasileiros em campo, e o resultado é um vídeo que virou hit nesta quinta-feira.

Veja:

Brasil x Alemanha

Dona Lúcia: perfil fake de fã de Felipão vira hit

Por Ygor Salles
09/07/14 17:36
Parreira lê a carta de Dona Lúcia (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Parreira lê a carta de Dona Lúcia (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Bastou duas horas para que o perfil fake de uma fã do técnico Luiz Felipe Scolari fosse criado para se transformar em hit nas redes sociais na tarde desta quarta-feira.

Durante coletiva de imprensa na Granja Comary para (novamente tentar) explicar a goleada por 7 a 1 contra a Alemanha, o coordenador técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira, leu a carta de uma torcedora identificada apenas como Dona Lúcia.

Na carta, Dona Lúcia faz uma série de elogios ao técnico Luiz Felipe Scolari.

Entre outras frases de efeito, a fã disse que “o ser humano muitas vezes é de uma crueldade sem limites” e que Felipão foi “humilde” na coletiva de imprensa antes do jogo contra a Alemanha –aquela mesmo em que o treinador mandou “para o inferno” quem não gostasse de suas decisões táticas.

Não demorou muito para aparecer uma conta ‘fake’ de Dona Lúcia no Twitter, que chegou aos 3.000 seguidores em duas horas.

Veja os melhores tuítes dela e a repercussão da carta:

Vexame da seleção bate recordes no Twitter e no Facebook

Por Ygor Salles
09/07/14 10:15

A goleada para a Alemanha não bateu só uma série de recordes negativos para o Brasil: também trouxe recordes (estes, positivos) para duas das principais redes sociais, o Twitter e o Facebook.

No Twitter, o jogo foi o mais teve mais posts na Copa, com 36,5 milhões de mensagens ao longo do jogo.

Além disso, foi batido o recorde de tuítes por minuto da história da rede social logo após o quinto gol alemão, do volante Sami Khedira, que sacramentou a incrível sequência de quatro tentos marcados pela Alemanha em apenas sete minutos.

Foram 580.166 tuítes naquele minuto, batendo com folga o recorde anterior, de 388.985 tuítes, após o último pênalti do confronto entre Brasil e Chile, nas oitavas de final.

Já no Facebook 66 milhões de perfis geraram 200 milhões de interações (comentaram, curtiram ou compartilharam posts) durante a goleada. Segundo a empresa, este foi o novo recorde da Copa, batendo os 58 milhões de perfis que interagiram no jogo de abertura da Copa (Brasil 3×1 Croácia).

Entre os jogadores que estiveram em campo, os mais citados foram o alemão Thomas Müller e o brasileiro David Luiz. Porém, o número de citações a Neymar, fora do jogo após lesionar uma vértebra no jogo das quartas contra a Colômbia, foi 10 vezes maior que a de Müller.

Outra curiosidade foi que a Alemanha não aparece nem entre os cinco países que mais tiveram interações no jogo. O Brasil foi líder disparado, seguido por Estados Unidos, México, Indonésia e Reino Unido.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Folha Shop