#hashtag

Mídias sociais e a vida em rede

Perfil Ygor Salles é editor-adjunto de Mídias Sociais da Folha

Perfil completo

“Não tenho nada a ver com isso”

Por Ygor Salles
01/09/14 19:31

Assim como no primeiro debate entre presidenciáveis, Eduardo Jorge (PV) roubou a cena do debate Folha/UOL/SBT/Jovem Pan realizado nesta segunda-feira.

Em meio ao mais do mesmo dos principais candidatos, Jorge e seus ataques e frases de efeito ganharam a simpatia dos internautas e foi o rei dos memes.

O ponto alto foi quando Levy Fidelix (PRTB) discorria sobre as acusações de seu partido sobreviver apenas para receber os recursos do fundo partidário. Como a réplica seria de Eduardo Jorge, Fidelix disse que ele poderia dizer mais sobre a “perseguição” aos partidos nanicos. Ao que o candidato verde emendou de imediato. “Eu não tenho nada a ver com isso!”

Risos na plateia do debate, e uma chuva de memes nas redes sociais.

Veja alguns dos melhores memes sobre o debate:

Caso Aranha: a comoção que vira ódio

Por Ygor Salles
29/08/14 01:54

Não demorou muito para que internautas achassem –e começassem o linchamento moral contra– a torcedora gremista que foi flagrada xingando o goleiro Aranha, do Santos, de macaco.

Assim como ocorreu em outros casos famosos neste ano de racismo contra jogadores, a internet se mobilizou para defender Aranha. Desde o final do jogo, a hashtag #FechadoComOAranha lidera os trending topics (assuntos mais comentados) no Twitter no Brasil.

Foi o mesmo que aconteceu com o volante Tinga, do Cruzeiro, xingado de macaco por torcedores do Real Garcilaso, do Peru, que gerou a campanha #FechadoComOTinga. Ou com o brasileiro Daniel Alves, que comeu uma banana atirada por um torcedor, redundando na hashtag #SomosTodosMacacos.

Só que, como acontece quase sempre nestes casos, a comoção vira ódio.

Tudo começa com a ampla veiculação da imagem de uma das torcedoras que xingou Aranha.

Aranha

Não demorou muito para que fosse identificada (ou supostamente identificada). Em seguida, começou o linchamento moral contra ela. Suas contas no Twitter e no Instagram foram tomadas de críticas e xingamentos, inclusive de conotação sexual. O que, diga-se de passagem, é tão errado quanto chamar o goleiro de macaco. Já sua conta no Facebook foi desativada.

Lembra bastante o que aconteceu com a estudante de direito Mayara Petruso em 2010. Logo após a eleição de Dilma Rousseff para o Planalto, ela disse que “nordestino não é gente”, em alusão ao alto índice de votos que a presidente conseguiu na região. A reação contra ela foi tão grande que o caso ganhou repercussão nacional, fazendo com que perdesse seu emprego e fosse condenada a quase dois anos de prisão, pena que foi revertida em multa e prestação de serviços comunitários.

Assim como Mayara foi punida, o mesmo deve ocorrer com a torcedora gremista. Mas não podemos achar que são as únicas a pensar e agir como elas e devem servir de bodes expiatórios, tampouco que está liberado fazer contra ela o mesmo que ela fez com Aranha.

Certamente a torcedora não foi a única a chamar o goleiro de macaco, e a missão do Grêmio e da polícia é descobrir quem são os outros, ou parte deles.

Veja alguns dos posts sobre o assunto:

Até debate eleitoral vira meme; veja as melhores imagens

Por Ygor Salles
27/08/14 01:39

A zoeira não tem limites. Nem em debate eleitoral.

O assunto dominou amplamente os trending topics do Twitter durante a transmissão. E não foram poucas as brincadeiras nas redes sociais com os postulantes ao Planalto que se confrontaram durante três horas na TV Bandeirantes.

Quem ganhou mais memes foi o candidato do Partido Verde, Eduardo Jorge. Mas quase todos eles foram “contemplados”.

Veja os melhores:

O ‘selfie’ mais perigoso da história?

Por Ygor Salles
25/08/14 15:39

Não basta fazer ‘selfie’, tem que se arriscar para ter o melhor ângulo.

Talvez seja este o lema de um jovem fotógrafo chinês chamado Daniel Lau. Sua especialidade é tirar fotos de lugares (muito) altos.

Há duas semanas, Lau e mais dois amigos –um deles o também fotógrafo Andrew Tso, igualmente fã de tirar fotos vertiginosas– subiram ao topo dos 346 metros do arranha-céu The Center, o quinto maior de Hong Kong, e fizeram o vídeo abaixo. Aliás, pouco recomendado para quem tem medo de altura.

Eu, que não tenho, fiquei receoso.

Selfie

O vídeo viralizou na internet, já com a alcunha de “o selfie mais maluco da história”.

Pode ser, mas Lau e sua trupe já aprontaram muito mais. Na sua conta do Instagram há diversos ‘selfies’ de lugares que possuem tanta capacidade de revirar o estômago como o topo do The Center. E nem precisa ser tão alto como o arranha-céu. Ou você faria o que ele fez nesta foto abaixo?

Lau1

O fotógrafo não está só neste tipo de loucura. Alguns jovens russos já ficaram famosos pelo mesmo motivo. Um dos ícones é Aleksander Remnev, de apenas 19 anos, que viaja pelo mundo todo para fazer as tais imagens.

Lau2

Prefiro ficar com os meus pés bem firmes no lugar, obrigado.

O que é o desafio do balde de gelo, que começa a pegar no Brasil

Por Ygor Salles
18/08/14 11:29

Você certamente já viu nos últimos dias alguma celebridade jogando um balde de água com gelo sobre a cabeça.

Nesta segunda-feira, por exemplo, a atriz Fernanda Paes Leme publicou um vídeo no Instagram tomando esta inusitada atitude, e desafiou o ator Bruno Gagliasso, o ex-jogador Ronaldo e o zagueiro David Luiz a fazerem o mesmo.

Gelo3

A brincadeira, que começou nos Estados Unidos e começa a chegar no Brasil, tem uma boa razão de ser.

O desafio do balde de gelo tem como objetivo chamar atenção para uma campanha de doação de recursos para uma associação que ajuda no tratamento da Esclerose Lateral Amiotrófica (ou ALS, na sigla em inglês), doença degenerativa que ataca as células do sistema nervoso central responsáveis pelos movimentos voluntários dos músculos. Entre as principais personalidades que tiveram a doença está o físico Stephen Hawking.

Pois bem, a ALS Association criou a brincadeira no começo de junho, e ela viralizou nas últimas semanas. Segundo o Facebook, mais de 15 milhões de pessoas já postaram sobre o desafio ou interagiram com essas postagens. E a entidade já arrecadou mais de US$ 2 milhões, muito mais do que imaginavam.

O principal motor para a viralização foi o fato de personalidades com grande número de seguidores nas redes sociais terem entrado na brincadeira. A primeira personalidade a fazer explodir o desafio foi o Peter Frates, ex-jogador de beisebol que foi diagnosticado com a doença em 2012, que postou o vídeo em 31 de julho. Mas sem jogar o balde na cabeça, pois, como ele mesmo diz, “água gelada e ALS é uma mistura ruim”.

Já na semana passada, Zuckerberg participou e desafiou o criador da Microsoft, Bill Gates, a fazer o mesmo:

Gelo1

Dois dias depois, lá estava Gates fazendo um vídeo todo engraçadinho, montando uma geringonça para jogar um balde de água com gelo sem muito esforço:

20140818 Gelo2

O apresentador de TV Jimmy Fallon, os cantores Justin Bieber e Justin Timberlake e o atacante português Cristiano Ronaldo também estão na lista de celebridades que já participaram.

Já no Brasil, Neymar, Luciano Huck, Angélica e Ivete Sangalo já estão entre as celebridades que entraram na brincadeira.

Polarização marca repercussão da morte de Campos nas redes sociais

Por Ygor Salles
13/08/14 18:25

Durante o mês de agosto, Eduardo Campos foi citado no Twitter 393 mil vezes, segundo dados da rede social. Quase todo o montante (355 mil) ocorreu a partir das 10h desta quarta-feira, quando começaram os primeiros boatos de que o candidato do PSB à Presidência estava no avião que havia caído em Santos, no litoral de São Paulo. Informação que, duas horas depois, seria confirmada.

O que se seguiu após a confirmação da morte pode ser dividido entre mensagens de pêsames e de pessoas que queriam ver uma espécie de “teoria da conspiração” em torno do acidente. Fruto da intensa polarização em que as eleições caíram no mundo virtual e também com a facilidade que usuários de redes sociais têm em brincar com tudo –inclusive a tragédia alheia.

O primeiro a falar sobre a hipótese foi um usuário chamado Sérgio Teixeira Filho, que tem apenas 6 seguidores, por volta das 10h30. Dizia que empresários locais, que esperavam Campos para uma reunião e caminha na orla da cidade, estava atrasado e não conseguiam contato com a aeronave.

Como acontece normalmente em tragédias como a morte de Campos, as menções explodiram quando a mídia começou a noticiar que o político estava no avião acidentado. A primeira a falar sobre a hipótese foi a agência Reuters, através da conta da sucursal latino-americana:

Conforme as notícias pipocavam, explodiam as menções a Campos. O auge de tuítes por minuto ocorreu às 13h30, com mais de 3.000. O gráfico abaixo mostra como se comportaram as menções a Campos desde a meia-noite desta quarta:

ReverbCampos1

Passado o primeiro baque de surpresa com a notícia, vieram as brincadeiras e teorias da conspiração. Não à toa, tirando tuítes noticiosos, os que tiveram maior alcance foram algumas destas piadinhas:

O alvo das brincadeiras, no geral, foi Dilma Rousseff. A ligação numérica feita no tuíte acima foi amplamente difundida nas redes sociais (no Whastapp desta Folha, por exemplo, recebemos de muitos leitores). A polarização política também leva aos ataques à presidente, já que Campos era um opositor. Resultado: a hashtag #FoiaDilma chegou a estar no topo dos trending topics brasileiros por volta das 15h.

E, nesta hora, vale qualquer coisa para corroborar com as teses. Por exemplo, uma notícia sobre a presidente sancionando em maio uma lei que torna sigilosa qualquer investigação sobre acidentes aéreos chegou a ser a mais lida do site nesta tarde. A maioria esmagadora dos acessos a esta nota vinham das redes sociais.

Além das teorias da conspiração, há também aqueles que tuítam com o fígado e esquecem que o momento é de luto. Foi o caso do pastor Daniel Vieira, líder da igreja Assembleia de Deus em Imperatriz, interior do Maranhão. Depois se arrependeu do que havia escrito e pediu desculpas:

Página no Tumblr brinca com citação de Dilma

Por Ygor Salles
12/08/14 15:30

Esta não será nem a primeira nem a última vez que você verá páginas nas redes sociais brincando com candidatos ao Planalto, mas certamente será uma das mais divertidas.

No último final de semana, um publicitário criou uma página no Tumblr “inspirado” em um discurso da presidente Dilma Rousseff durante uma de suas atividades na busca pela reeleição, e ela rapidamente caiu no gosto do povo.

Tudo começou com uma frase que Dilma proferiu no Congresso Nacional de Mulheres das Assembleias de Deus, em São Paulo, e que ainda por cima virou uma postagem na fanpage da presidente no Facebook:

Tumblr1

Ao verem a postagem, o publicitário Eduardo Noronha e o ilustrador Rodrigo Spotorno resolveram brincar com o fato da presidente citar Estado laico e um salmo da Bíblia na mesma frase. O resultado foi a página “Dilma Queria Dizer”, com várias frases fictícias e divertidas com o layout baseado na postagem oficial da fanpage de Dilma.

Mas Noronha admite que está evitando brincar com temas políticos ao fazer as postagens.

“Como estamos muito próximos da eleição, qualquer movimentação que envolva um candidato gera a desconfiança de ter um viés político. Tivemos algumas críticas tanto de partidários quanto de detratores, inclusive cobrando uma página semelhante para falar da oposição. Entretanto nossa ideia foi ironizar especificamente a postagem da Dilma sobre o estado laico, sem aprofundar em partidarismos”, explica. “As postagens revelam algumas de nossas próprias posições, que não necessariamente são de oposição, mas até para evitar essa percepção estamos levando a coisa mais para o lado da brincadeira mesmo, falar mais de Paçoquita Cremosa e menos de posição política.”

Sim, há exceções. Uma delas foi exatamente para rebater críticas de uso político da página. Junto foi uma cutucada no PT e a famosa frase do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o escândalo do mensalão:

Tumblr2

Não é a primeira vez, aliás, que discursos de Dilma viraram piada na internet. Este blog, por exemplo, já noticiou uma delas (veja neste post). Também é clássica uma compilação feita pelo site Buzzfeed de frases desconexas da presidente.

Enquanto você espera a próxima brincadeira com os candidatos ao Planalto que certamente aparecerão ao longo da campanha, fique com algumas das melhores postagens do “Dilma Queria Dizer”:

Academia de Hollywood fez a mais tocante homenagem a Robin Williams

Por Ygor Salles
12/08/14 00:56

Partiu do Twitter da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood –aquela mesma que organiza o Oscar, principal prêmio do cinema americano– a mais singela homenagem ao ator Robin Williams, que morreu hoje aos 63 anos.

A Academia postou uma imagem da animação ‘Alladin’, com a frase ‘Gênio, você está livre’. Já tem mais de 100 mil retuítes:

Foi uma bela e inteligente maneira de a academia chamar Robin Williams do que ele foi, um gênio, em um filme que participou.

O ator fez a voz do Gênio da Lâmpada no filme, que é libertado por Alladin no terceiro e último pedido a que tinha direito junto ao próprio gênio.

Aliás, o ator ganhou um Globo de Ouro especial pela ‘atuação’ no filme.

A Disney, produtora de ‘Alladin’, também usou uma imagem do filme para fazer suas reverências ao ator no Twitter. Ressaltou uma frase do CEO da empresa, Robert A. Iger, no comunicado sobre a morte de Robin Willians em que diz que ele “foi uma verdadeira lenda da Disney, um querido membro de nossa família, e ele fará muita falta”.

Veja outras manifestações à morte do ator:

O ‘aécioporto’ pegou. Pegou?

Por Ygor Salles
06/08/14 01:26

Até julho, as preocupações de Aécio Neves nas redes sociais circulavam em torno do que falavam sobre sua vida pessoal –a pecha de ser boêmio, de ter tido a habilitação apreendida em uma blitz da Lei Seca no Rio ou do suposto consumo de drogas.

Mas, se soubesse o que viria no mês passado, nem teria se preocupado com essas questões e focaria no tsunami que o esperava.

De acordo com o estudo da empresa de monitoramento AirStrip feito a pedido da Folha, que mostrou Dilma bem mais citada nas redes sociais (reportagem sobre o assunto aqui), nada repercute mais negativamente contra os candidatos ao Planalto que o caso do aeroporto de Cláudio (MG), construído em uma área desapropriada que era de um familiar do tucano.

Desde que a Folha divulgou o caso, em meados de julho, já foram mais de 66 mil menções nas redes sociais ao ‘aécioporto’, como o caso foi jocosamente apelidado pelos partidários de Dilma Rousseff. Muito mais que as cerca de 4.000 menções à tentativa de Aécio de retirar do Google notícias sobre sua vida pessoal, alvo de outras 3.500 menções.

É um volume grande até na comparação com temas espinhosos dos concorrentes. Dilma, por exemplo, tem como principal dor de cabeça nas redes sociais a gestão da Petrobras, em especial a queda de seu valor de mercado e os problemas envolvendo a refinaria de Pasadena. Mas as menções desses casos atrelados ao nome de Dilma somam cerca de 16 mil, bem menos que o ‘aécioporto’.

Isso não significa que há poucas menções ao mensalão ou à crise da Petrobras. Só que Dilma é pouco citada junto destes temas. Já o problema do aeroporto cai todo no colo do Aécio.

A despeito da quebra de paradigma inicial que causa estranheza ao eleitor (como um candidato que prega a ética e boa gestão constrói um aeroporto que tem benefícios questionáveis à população, mas inquestionáveis para ele ou sua família?), dois pontos ajudam a explicar como o caso se espalhou nas redes sociais.

O primeiro é que demorou para Aécio começar a dar explicações mais alongadas ao tema. Enquanto ele insistia que não havia nada de errado, o caso se alastrava entre os internautas como rastilho de pólvora.

O segundo é que a campanha petista e os blogueiros que apoiam Dilma perceberam rapidamente o poder destrutivo da denúncia e bombaram o ‘aécioporto’ nas redes sociais –cada desdobramento que há é amplamente divulgado e comentado.

A sorte do tucano é que a campanha eleitoral não começou de fato. Por enquanto, só uma minoria mais engajada e as campanhas se preocupam com o que se diz ou não por aí. Mas o tempo para fazer a poeira baixar está cada vez mais curto –começada a propaganda na TV, qualquer coisa que ainda esteja no ar será (bem) utilizada pelos concorrentes.

Site colaborativo mostra onde já faltou água em São Paulo

Por Ygor Salles
01/08/14 13:48

Em meio à falta de dados fiáveis sobre os problemas de falta d’água em São Paulo, causado pela crise hídrica do Sistema Cantareira, um site colaborativo criado em maio traz um pouco de luz a esta discussão. E com resultados curiosos.

O site se chama Faltou Água (www.faltouagua.com) e foi criado em maio. A lógica de funcionamento é simples: você indica onde faltou água e a frequência, ou através do site ou usando a hashtag #FaltouÁgua nas redes sociais.

O resultado é um mapa onde todas essas informações são apontadas por geolocalização:

Água1

A partir daí, podemos tirar algumas conclusões.

A primeira é que o problema afeta mais, como era de de esperar, as regiões atendidas pelo Sistema Cantareira. São os casos, por exemplo, de boa parte das zonas oeste e leste de São Paulo, a zona norte, o centro e cidades como Guarulhos, Osasco e a região do ABC.

Os bairros com maior volume de queixas são Butantã, Vila Madalena e Lapa, na zona oeste; Tucuruvi, na zona oeste; Tatuapé e Itaquera, na zona leste; e nas cidades de Guarulhos, Santo André e Osasco.

Porém, já se nota muitas reclamações em alguns bairros da zona sul, que é em sua maioria atendida pelo Sistema Guarapiranga. Em especial em bairros como Saúde, Cursino e Ipiranga, servidos de forma híbrida pelos dois sistemas:

Água2

Outra curiosidade é a quase ausência de reclamações em uma parte da zona sul da cidade formada pelos bairros Jardins, Itaim Bibi, Vila Nova Conceição e Moema –quase uma ilha de tranquilidade em meio às marcações. De comum entre eles, o fato de serem alguns dos bairros mais ricos de São Paulo.

Água3

Mas, como meu objetivo não é transformar isso em luta de classes, vale ressaltar que alguns bairros de classe média, como a Mooca e partes de Santo Amaro, também têm poucas reclamações.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Folha Shop