#hashtag

Mídias sociais e a vida em rede

 -

Ygor Salles é editor-adjunto de Mídias Sociais da Folha

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

A Al Qaeda tinha uma conta no Twitter. Tinha.

Por Ygor Salles

Não durou muito tempo o que seria a primeira conta oficial da Al Qaeda no Twitter.

O site Shumukh al-Islam, que é usado como fórum para jihadistas e para que a rede terrorista passe seus “recados” aos inimigos, abriu uma conta na rede social (@shomokhalislam) na última terça-feira (24).

Devido à ligação do site com a Al Qaeda, a imprensa mais à direita nos EUA e grupos americanos de monitoramento de atividades terroristas intitularam a tal conta como a primeira oficial da rede terrorista no Twitter. Mas vale lembrar que alguns grupos ligados à Al Qaeda, como os terroristas somalis do Al Shabab, já estiveram presentes na rede social.

Ao contrário do fórum, que é fechado para não-membros, a conta do Shumukh al-Islam no Twitter era aberta. Até o sábado, já tinha cerca de 2.000 seguidores –a maioria era de jornalistas e curiosos.

A conta não chegou a ter 50 posts, no geral de mensagens religiosas.

A alegria digital dos inimigos da civilização judaico-cristã ocidental, como diria o saudoso Osama bin Laden fake de ‘Casseta e Planeta’, durou apenas cinco dias. O Twitter suspendeu a conta na tarde deste domingo (29).

A imagem de capa da conta, agora suspensa

Blogs da Folha