Internautas fazem campanha por beijo gay em ‘Amor à Vida’

Por Ygor Salles

X
Hoje vai ao ar o último capítulo de ‘Amor à Vida’. Apenas este fato já seria o suficiente para que a novela aparecesse entre os assuntos mais comentados das redes sociais, dentro do padrão de que a programação televisiva responde por boa parte do que é dito nelas.

O que há de diferente, desta vez, é o interesse geral pelo destino do principal personagem, o vilão-que-virou-mocinho Félix, interpretado por Mateus Solano.

Félix é um fenômeno nas redes sociais desde o primeiro capítulo da novela. Naquele dia, por exemplo, criaram uma página no Facebook chamada ‘Félix Bicha Má’, que hoje tem nada mais, nada menos que 2,6 milhões de seguidores. Para efeito de comparação, é quase a mesma coisa que a página desta Folha na rede social (2,9 milhões).

A afeição do público ao personagem foi tão grande que obrigou o autor Walcyr Carrasco a transforma-lo em mocinho –não lhe restou outra alterativa, convenhamos, diante da opacidade do casal de mocinhos do começo da novela, Paloma e Bruno (Paolla Oliveira e Malvino Salvador). A ponto de terem até arrumado um par para ele –o chef Niko (Thiago Fragoso).

Até hoje, nenhum casal gay beijou em novelas da Globo. Para boa parte dos defensores da união homossexual, um beijo gay em novela seria uma marco importante no caminho para fim do preconceito. E aí aparece o que consideram um ótimo momento para isso: afinal, como o casal que termina a novela como o principal par vai ficar sem beijar?

Desde o início da manhã a hashtag #BeijaFelixeNiko está entre os trending topics do Twitter. E tudo leva a crer que vai crescer até a transmissão do último capítulo. Será que vai rolar?

Veja algumas das manifestações: