Candidatos ao Planalto tiveram 1,5 mi de menções nas redes sociais no último mês

Por Ygor Salles

Os principais candidatos ao Planalto tiveram mais de 1,5 milhão de menções nas redes sociais no último mês, indicando que a campanha, ao menos na internet, já está quente.

No período de 15 de abril a 15 de maio, foram feitas 1,58 milhão de postagens relacionados a Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos no Facebook, Twitter e Instagram, segundo a ferramenta de análise de mídias sociais AirStrip.

A candidata à reeleição Dilma Rousseff é, disparada, a mais citada. Recebeu 1,31 milhão de menções, contra 180 mil de Aécio Neves e 80 mil de Eduardo Campos. Porém, isso não significa exatamente popularidade, já que também entram nesta conta os comentários negativos.

Sobre Dilma, os temas negativos mais detectados pela AirStrip contra a candidata petista foram a Copa do Mundo, os problemas com a refinaria de Pasadena e o mensalão.

Aécio, por sua vez, é criticado pelo cartel dos trens em São Paulo, que está sob gestão tucana, e problemas pessoais –principalmente o suposto uso de drogas por ele.

Eduardo Campos, o lanterna, teria um desempenho ainda menor se não fosse a greve da Polícia Militar de Pernambuco. A divulgação de uma foto sua em um jatinho no dia mais tenso da greve fez explodir as menções ao candidato do PSB.

A AirStrip ainda levantou quais veículos de comunicação mais apareceram nas menções aos candidatos.

A Folha foi a que mais apareceu nos casos de Dilma (85,1 mil menções), seguida por ‘Veja’ (65,6 mil) e ‘Exame’ (24,6 mil), e de Eduardo Campos (1.242 menções), seguida por UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha), com 1.176, e ‘Veja’, com 997. Já nas postagens sobre Aécio quem mais apareceu foi a ‘Veja’, com 9.212 menções, seguida do UOL (6.219) e da Folha (6.014).

Se você quiser ver a pesquisa completa, pode acessar aqui.