Custo é o principal assunto sobre carros nas redes sociais

Por Ygor Salles

Não está importando muito se é bonito, seguro ou potente: quando se trata de carro, o que o brasileiro mais comenta é sobre o custo.

Esta é a conclusão de um levantamento feito pela empresa de monitoramento de redes sociais Seekr e pela agência de comunicação CDI durante a última semana de maio (entre os dias 19 e 26), baseado em comentários sobre o assunto no Facebook e no Twitter.

Segundo a pesquisa, 59% dos pouco mais de 46 mil posts feitos usando os termos ‘carro’ e ‘automóvel’ nas duas redes sociais se referiam ao custo de compra e manutenção dos veículos.

Bem longe aparecem outros focos dos comentários: 25% se referiam ao modelo, 15% sobre segurança e apenas 1% sobre design.

O resultado da pesquisa corrobora com o mau momento das vendas de automóveis no país, mas não com o custo de manutenção propriamente dito.

De acordo com dados da Anfavea (associação dos fabricantes), as vendas no acumulado dos quatro primeiros meses do ano tiveram queda de 5% sobre o mesmo período do ano anterior, enquanto a produção recuou 12% na mesma base de comparação.

Já o custo de manutenção do carro acumulou alta de 0,48% de janeiro a abril, de acordo com a agência Autoinforme –menos do que o IPCA (índice oficial de inflação) do mesmo período, que subiu 2,86%.

Outra conclusão do levantamento da Seekr e da CDI sobre o assunto é que ele é muito mais citado por homens do que por mulheres: cerca de três quartos dos comentários foram feitos por perfis masculinos.