Vexame da seleção bate recordes no Twitter e no Facebook

Por Ygor Salles
X

A goleada para a Alemanha não bateu só uma série de recordes negativos para o Brasil: também trouxe recordes (estes, positivos) para duas das principais redes sociais, o Twitter e o Facebook.

No Twitter, o jogo foi o mais teve mais posts na Copa, com 36,5 milhões de mensagens ao longo do jogo.

Além disso, foi batido o recorde de tuítes por minuto da história da rede social logo após o quinto gol alemão, do volante Sami Khedira, que sacramentou a incrível sequência de quatro tentos marcados pela Alemanha em apenas sete minutos.

Foram 580.166 tuítes naquele minuto, batendo com folga o recorde anterior, de 388.985 tuítes, após o último pênalti do confronto entre Brasil e Chile, nas oitavas de final.

Já no Facebook 66 milhões de perfis geraram 200 milhões de interações (comentaram, curtiram ou compartilharam posts) durante a goleada. Segundo a empresa, este foi o novo recorde da Copa, batendo os 58 milhões de perfis que interagiram no jogo de abertura da Copa (Brasil 3×1 Croácia).

Entre os jogadores que estiveram em campo, os mais citados foram o alemão Thomas Müller e o brasileiro David Luiz. Porém, o número de citações a Neymar, fora do jogo após lesionar uma vértebra no jogo das quartas contra a Colômbia, foi 10 vezes maior que a de Müller.

Outra curiosidade foi que a Alemanha não aparece nem entre os cinco países que mais tiveram interações no jogo. O Brasil foi líder disparado, seguido por Estados Unidos, México, Indonésia e Reino Unido.

X