O ‘selfie’ mais perigoso da história?

Por Ygor Salles

Não basta fazer ‘selfie’, tem que se arriscar para ter o melhor ângulo.

Talvez seja este o lema de um jovem fotógrafo chinês chamado Daniel Lau. Sua especialidade é tirar fotos de lugares (muito) altos.

Há duas semanas, Lau e mais dois amigos –um deles o também fotógrafo Andrew Tso, igualmente fã de tirar fotos vertiginosas– subiram ao topo dos 346 metros do arranha-céu The Center, o quinto maior de Hong Kong, e fizeram o vídeo abaixo. Aliás, pouco recomendado para quem tem medo de altura.

Eu, que não tenho, fiquei receoso.

O vídeo viralizou na internet, já com a alcunha de “o selfie mais maluco da história”.

Pode ser, mas Lau e sua trupe já aprontaram muito mais. Na sua conta do Instagram há diversos ‘selfies’ de lugares que possuem tanta capacidade de revirar o estômago como o topo do The Center. E nem precisa ser tão alto como o arranha-céu. Ou você faria o que ele fez nesta foto abaixo?

Lau1

O fotógrafo não está só neste tipo de loucura. Alguns jovens russos já ficaram famosos pelo mesmo motivo. Um dos ícones é Aleksander Remnev, de apenas 19 anos, que viaja pelo mundo todo para fazer as tais imagens.

Lau2

Prefiro ficar com os meus pés bem firmes no lugar, obrigado.