Reclamando com quem resolve

Por Ygor Salles

Esta é Alanah ‘Charalanahzard’ Pearce.

20141202 Alanah

Alanah é uma jovem australiana de 20 anos que ganha a vida fazendo resenhas de games no Youtube. Ela tem algo em torno de 47 mil seguidores na plataforma de vídeos.

Tudo seguia bem até o momento que a gamer começou a receber mensagens abusivas, como ameaças de estupro, através de sua página no Facebook. “Estranhos foram muito específicos sobre as coisas que eles gostariam de fazer comigo, o que não é realmente muito agradável de ler. Eu recebi também algumas ameaças de estupro”, relatou para a BBC.

Cansada destas mensagens, Alanah resolveu contra-atacar. Mas não pelas vias tradicionais, como xingar muito no Twitter ou procurar a polícia. Considerou melhor reclamar com quem poderia, de fato, resolver os problemas: as mães dos trolls. Começou a procurar informações sobre seus detratores até conseguir chegar nas respectivas progenitoras.

E, depois de concluir a missão, ainda jogou na internet o resultado.

A iniciativa fez de Alanah uma celebridade instantânea na Austrália pela forma com que resolveu o problema. Não sei se da forma correta, mas certamente de forma inusitada.

Em entrevista para a BBC, a gamer disse que as mensagens ofensivas são minorias, mas que preferiu não deixar para lá “e deixar essas pessoas vencerem”.

Prefiro não imaginar o que as mães dos trolls fizeram com eles.