Marjorie Estiano é fofa, acreditem

Por Ygor Salles

A atriz Marjorie Estiano se enfiou em uma polêmica nesta sexta-feira, mesmo não querendo, graças a alguns trolladores.

Tudo começou na quinta-feira (1), quando a tuitosfera começou a divulgar um trecho de uma entrevista monossilábica que ela deu para esta Folha no ano passado:

E tudo piorou quando dois dos maiores trolladores da internet brasileira resolveram fazer piada com a imagem.

Primeiro, Maurício Cid, vulgo Não Salvo:

20151002 Naosalvo

Depois, Antonio Tabet, vulgo Kibe Loco:

20151002 Marjorie

Mas, calma, Marjorie Estiano não é um monstro monossilábico, explica o repórter Chico Felitti, que fez a entrevista.

Felitti com a palavra:

Sim, Marjorie Estiano de fato deu uma entrevista para a Folha respondendo a perguntas longas apenas com as palavras “sim”, “não” e “talvez”, em dezembro de 2014.

Não, ela não foi antipática por ser monossilábica, muito pelo contrário: a conversa era para a coluna da revista “sãopaulo”, que sai aos domingos na Folha, dentro de uma seção chamada “Sim, Não e Um Talvez”. A proposta era justamente que os entrevistados usassem só essas três palavras –o “talvez” era tipo o apelo aos universitários, podia ser usado uma única vez.

Talvez, se a matéria fosse lida na íntegra, a piada não fosse tão boa. Talvez.

O mesmo tipo de entrevista foi feito com outras personalidades, como os cantores Roberto Leal e Elza Soares.

Então, até segunda ordem, Marjorie Estiano é uma fofa. Podem acreditar.