Maioria das postagens sobre impeachment nas redes sociais foi favorável a Dilma

Por Ygor Salles

20160405 Dilma e3

Dilma perdeu a votação na Câmara, mas não nas redes sociais.

De acordo com levantamento feito pela empresa de monitoramento de redes sociais Sprinklr a pedido da Folha, 77% foram favoráveis à continuidade do governo da petista. O mesmo não ocorreu na “vida real” da Câmara, onde 367 deputados votaram por encaminhar o processo de impeachment ao Senado.

No total, 2,255 milhões de postagens no Twitter e no Instagram falaram sobre impeachment neste domingo (18).

Trata-se de uma inversão em relação ao que a empresa havia captado ao longo da semana, quando 89% das postagens foram pró-impeachment.

Entre os políticos mais citados, Dilma manteve-se no topo, com 69% de presença. Já o vice-presidente Michel Temer passou para o segundo lugar, citado em 14% das postagens –ele apareceu em apenas 2% ao longo da semana. Assim, superou Lula, que apareceu em 10% das postagens.