8 buscas na ferramenta de nomes do IBGE que mostram que o brasileiro não desiste nunca

Por Ygor Salles

Antes de mais nada, um disclaimer:

O IBGE lançou nesta quarta-feira (27) uma ferramenta chamada ‘Nomes do Brasil’, a partir de dados do Censo até 2010. Através dela é possível saber quantas pessoas tem um determinado nome, como os registros de nascimento se comportaram ao longo do tempo, os Estados e municípios onde cada um deles está, entre outras informações.

Os nomes mais comuns continuam sendo Maria (12% das brasileiras) e José (6% dos brasileiros). Mas, no meio dos mais de 130 mil nomes dentro da pesquisa do IBGE, tem de tudo. E os brasileiros, claro, estão se aproveitando disso e fazendo as pesquisas mais loucas (e reduzindo a produtividade no trabalho).

Aliás, o pessoal está abusando tanto que deu tilt no site do IBGE:

Aí vai uma lista de algumas dessas buscas.

1) Inspirados… naquilo

2) Inspirados em seriados japoneses antigos…

3) …e em seriados japoneses mais recentes (nem tão recentes assim)

4) Inspirados em craques esportivos

5) Inspirados no ‘efeito-propaganda’

Não entendeu? Veja esse anúncio do Ministério da Saúde de 1996 e tudo ficará mais claro:

6) Inspirados em ‘Star Wars’

7) Inspirados em expressões atuais

8) Inspirados na política

Este blogueiro não poderia deixar de testar a ferramenta.

Começando com o próprio nome, descubro que tenho mais de 10 mil xarás:

20160427 IBGE Ygor

Um crescimento importante ali entre as décadas de 80 ou 90. Será um efeito do ~carismático~ e ~expressivo~ cigano Igor, da novela ‘Explode Coração’?

20160427 Macchi

Depois, fiz uma série de pesquisas com nomes curiosos para provar que, sim, o melhor do Brasil é o brasileiro.

Chester – 278 pessoas
Joelho – 284 pessoas
Osama – 70 pessoas
Senhora – 1.354 pessoas
Vadia – 20 pessoas