Internautas fazem campanha para pessoas não compartilharem fotos dos mortos nas redes sociais

Por Mateus Luiz de Souza

Esta terça-feira (29) é o dia mais triste da história do futebol brasileiro. Em uma tragédia sem precedentes, o avião que levava o time da Chapecoense para disputar a final da Sul-Americana, na Colômbia, caiu próximo a Medellín, na Colômbia. Das 81 pessoas a bordo, pelo menos 75 morreram, entre jogadores, comissão técnica e tripulação.

A notícia abalou o mundo. Clubes e jogadores dos quatro cantos do globo prestaram homenagens nas redes sociais. Siga, em tempo real, as notícias sobre essa tragédia.

Uma campanha também mobilizou os usuários: para não compartilhar imagens e vídeos da tragédia. Muitas vezes, nem se sabe se o conteúdo disseminado é verdadeiro, mas as pessoas ainda assim divulgam a dor alheia. Então, já sabe: se receber, não leve para a frente.

Confira o que alguns internautas escreveram: