Internet não perdoa garotos-propaganda de frigoríficos brasileiros

Por Daniela Braga

RICARDO AMPUDIA

Já é uma tradição brasileira: acordar pela manhã, comer pão quentinho com café e assistir a uma operação da Polícia Federal complicando alguém em Brasília ou em outra parte do país.

Dessa vez, a a Operação “Carne Fraca” botou agentes nas ruas para desbaratinar um esquema de corrupção envolvendo frigoríficos, que descobriu carne podre à venda e políticos beneficiados com repasse de propinas.

Os dois maiores nomes da indústria da carne no Brasil, JBS e BRF, foram descobertos envolvidos num esquema de “reciclagem” de carne podre com produtos químicos e frango com papelão. A internet brasileira –levando a sério a vocação para ser um povo ‘zuêro’– não perdoou e sobrou até para os artistas que emprestaram a cara para as marcas na TV.

Houve também quem não foi pego de surpresa, pois já adotava medidas preventivas.