‘Jornal Nacional histórico’ começa mais cedo e internautas comentam: ‘vai até a Sexta da Paixão’

Por Mateus Luiz de Souza

Os depoimentos dos executivos e ex-executivos da Odebrecht à Procuradoria-Geral da República vieram à tona nesta terça-feira (11). A lista das delações, conhecidas como “o fim do mundo”, monopoliza o noticiário nacional desde então. Na home da Folha é possível acompanhar tudo o que foi divulgado até agora e materiais exclusivos, como uma tabela interativa que mostra quem são os políticos citados.

Na noite desta quarta-feira (12) o “Jornal Nacional”, da “TV Globo”, começou mais cedo, para dar conta do volume de denúncias contra políticos e partidos de todas as vertentes. Logo no início do programa, o apresentador William Bonner alertou que o programa foi antecipado e que seria impossível falar de tudo em uma só edição.

Foi o suficiente para os internautas se manifestarem nas redes sociais, surpresos com o anúncio. Confira os melhores tuítes referentes ao telejornal.

Bonner avisou

Não cabe

Não acaba nunca

Netflix

Expectativa

Tem quem não aguentasse mais

Tema único