Microsoft anuncia fim do Paint, o ‘Photoshop dos pobres’, e internet se revolta

Por Mateus Luiz de Souza

Não foi um fim terminal, completo. Mas, para a internet, este 24 de julho de 2017 marca a morte do Paint. O programa foi lançado como um app de desenho monocromático, com resolução de 1-bit, no Windows 1.0, em 1985, e vem sendo atualizado constantemente desde então. Agora, não mais. Não haverá uma atualização do software existente, e sim um novo app, chamado Paint 3D. A ideia é ter uma interação com canetas stylus e desenho feito à mão em touchscreens, inclusive celulares.

O assunto, claro, está na ponta dos teclados dos internautas. Passou boa parte desta segunda (24) entre os trending topics (assuntos mais comentados do Twitter). Confira algumas das melhores reações:

O ‘boca suja’ revoltado

O cult

O pichador responsável

O barraqueiro

O que tem uma internet instável

Por sorte, nem tudo está perdido, pois já deram mais detalhes da substituição do app:

Verdadeiras obras de arte

Tudo que é bom uma hora chega ao fim

Entenda.

“Desenhos modernos”

Sobrou espaço até para provocações futebolísticas

“Photoshop dos pobres”

Colaborou Arthur Cagliari.