Bolsonaro não é o político mais seguido no Facebook, mas isso não é má notícia para ele

Por Tássia Kastner

Nem Bolsonaro, nem Lula: o político brasileiro com o maior número de seguidores no Facebook se chama Adilson Barroso. Fundador e presidente do PEN (Partido Ecológico Nacional), Barroso tem 7,33 milhões de seguidores na rede social e um potencial escondido para influenciar as eleições de 2018.

X

Veja a evolução do número de curtidas nas páginas de Barroso, Bolsonaro, Lula e Temer desde 2015.

Adilson Barroso

Jair Bolsonaro

Lula

Temer

Mais sobre a biografia de Barroso: eleito com 497 votos, ele é atualmente vereador de Barrinha (SP), município de São Paulo com cerca de 30 mil habitantes. Já foi filiado ao PTB, PFL (hoje DEM), Prona (do Enéas), PSC e PSL. Então, passou a fazer parte do PEN, partido que criou em 2011.

Diferente da maioria dos políticos, Barroso não fala de campanha política e nem de projetos aprovados como vereador em suas redes sociais. As postagens da página recomendam dietas com chamadas caça-clique da linha “Emagreça de verdade com essa Bebida! Veja como” ou “Veja como perder peso em uma semana tomando apenas esses sucos! Veja”. Quem é conquistado, clica em links que levam para os textos no site “Adilson Barroso Ambientalista”, também sem informações a sua vida política. Não há qualquer referência científica para as recomendações de dietas e tratamentos naturais para unhas, calos e outros males de saúde.

As recomendações ditas naturais são alternadas com fotos de flores acompanhadas de textos ainda mais imperativos: “Lindas flores! Inscreva-se em meu canal, é só clicar aqui”. Clicar aqui significa ser direcionado ao canal do YouTube do vereador, onde é possível ver vídeos de (mais) flores com viola caipira tocando ao fundo. Política definitivamente não está em pauta.

Atenção para o plot twist: em agosto deste ano, o PEN passou a se chamar Patriota e deve ser a sigla pela qual Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disputará as eleições presidenciais de 2018. O ex-militar e deputado federal já é o presidenciável com o maior número de seguidores na rede social.

Nada impede que as inocentes postagens bucolico-emagrecedoras de Barroso mudem de tema e passem a fazer campanha política em busca de votos para Bolsonaro, o possível mais ilustre filiado de seu partido.

Colaborou Mateus Luiz de Souza