Desfile da Paraíso do Tuiuti com ‘Manifestoches’ e Temer ‘vampiro’ mobiliza a internet

Fantasia Manifestoches Crédito: Ricardo Moraes/Reuters

Tássia Kastner

O Carnaval aliena o brasileiro? Pois neste ano a escola de samba Paraíso do Tuiuti está dominando o debate com seu desfile politicamente engajado. O tema da escola foi “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”

A escola lembrou que, em 2018, a assinatura da Lei Áurea completa 130 anos, e que há 50 anos a escola Unidos de Lucas cantou “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão!”. Dessa vez, o samba-enredo é uma pergunta para discutir a desigualdade e a exploração do trabalho, disse a Paraíso do Tuiuti no material apresentado à Liga das Escolas de Samba do Rio.

Mas o que está repercutindo MESMO é o trecho final do desfile. Nele, a escola colocou na avenida a fantasia “Manifestoches”, com manifestantes batendo panela carregando patos amarelos, em uma referência à campanha da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo) de apoio ao impeachment de Dilma Rousseff. Teve também uma representação do presidente Michel Temer de vampiro (a fantasia foi chamada de Vampiro Neoliberalista) e até carteiras de trabalho danificadas, alusão à reforma trabalhista aprovada no final do ano passado.

Confira as alegorias polêmicas e o que disseram os internautas sobre o desfile

E você, o que achou do desfile?