A coxinha tinha que ser sabor revolta, diz criadora de iguaria que viralizou

Mateus Luiz de Souza

Depois do sucesso do Canarinho Pistola, surgiram memes e piadas com o mascote da CBF.

Mas a mineira Shirley Candido, 27, de Governador Valadares, resolveu inovar e viralizou nas redes sociais.

Isso mesmo, ela criou o “Coxinarinho Pistola com catupiródio” , bem no estilo que o torcedor brasileiro se acostumou nessa Copa do Mundo: com cara de poucos amigos.

Nos comentários do post (já são mais de mil), os internautas se divertem.

“Já aguardo ela fazendo essa coxinha na Ana Maria Braga, com o Louro José”, escreveu @thiagogreggory.

@tomaz_amanda já criou dependência. “Preciso dessa coxinha para viver”.

#HashtagnaCopa não perde uma oportunidade e foi conversar com a jovem que inventou a “coxinha oficial da Copa”.

Shirley conta que faz coxinhas para vender e também gosta de desenhar. Quando sobra tempo, ela inventa alguma coisa unindo as duas paixões. No último jogo, contra a Costa Rica, “como todo mundo ficou meio pistola o jogo todo, pensei que a coxinha da vez tinha que ser sabor revolta “, diz.

Foi aí que veio a ideia de usar o mascote como referência. Ela fez apenas uma edição da iguaria especial. “Demora porque é tudo manual, faço olhando a foto e tentando reproduzir o modelo. Dá bem mais trabalho fazer coxinha assim, então prefiro vender as normais mesmo, mas pagando bem não faz mal né?”, brinca.

Ganhar dinheiro com isso, aliás, é sugestão comum nas mensagens, como a de @marianazamarian. “Mulher faz maissss!! Olha que talento kkkkk você pode ficar rica com isso”.

E por que o Canarinho Pistola representa tão bem o nosso momento?

“É o que alivia o peso na consciência da gente de ficar tão feliz com futebol no meio deste caos, porque estamos comemorando, porém revoltados ao mesmo tempo”, afirma.

Siga cobertura minuto a minuto da Copa.