Nas redes, internautas relembram visitas e lamentam incêndio no Museu Nacional

Mateus Luiz de Souza

O fogo que destruiu o Museu Nacional, no Rio, no domingo (2), e impôs ao Brasil sua maior perda histórica e científica causou uma verdadeira comoção nas redes sociais.

Esse foi o primeiro post no Instagram com a localização “Quinta da Boa Vista – Museu Nacional” após início do incêndio.

Pouco depois, centenas de imagens com reprodução de TV ou imagens do museu em chamas invadiram as redes sociais.

Mas o que as pessoas postavam antes do incêndio?

Os dois últimos posts foram de @lari.ribeiro22, em uma visita em família ao museu.

Em geral, eram postagens dentro ou fora do museu com mensagens inspiradoras.

A @isabelle.pjs chamava de “o museu mais bonito do mundo”.

Interessante notar que não eram muitos posts por dia — quatro ou cinco no máximo.

A @motta4595 REALMENTE gostou da visita: ela postou mais de 60 imagens no Museu Nacional.

No que depender dela, a campanha para mandar imagens e reconstituir visualmente o acervo estará a salvo!

Muitas fotos também eram no jardim no entorno.

Ou poses estilosas na sacada.

E também predominavam imagens do acervo do Egito, um dos mais buscados pelos visitantes.

Na segunda-feira (3), foi a vez de posts “tbts” de luto, relembrando visitas ao Museu Nacional.

“LAMENTÁVEL”

“Uma visita ímpar”

“Sempre senti um orgulho imenso”

“Lembrança de uma coleção que eu tinha apreço”

“Sobraram lembranças”

Fevereiro de 1994

“Boas lembranças vão secar minhas lágrimas e me fazer sorrir”

Visitas de escolas eram comuns no Museu Nacional

“Meu coração está despedaçado”

“Ninguém ligou e ele morreu”

“Tristeza profunda”

“Perde o Brasil”

“Não está na pauta de nenhum candidato”

Siga noticiário sobre o incêndio no museu e suas consequências.