‘FHC votou 13 ou não’ é o novo ‘vestido azul e preto ou branco e dourado’

Mateus Luiz de Souza

Assim que acabou o primeiro turno, o candidato à Presidência Fernando Haddad (PT) tentou formar uma “frente democrática” com apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do pedetista Ciro Gomes. A ideia fracassou.

Boa parte do segundo turno girou em torno de qual seria o posicionamento de FHC. “Converso com todo mundo”, ele disse, sobre apoio a Haddad.

O tucano se posicionou, várias vezes, contra Bolsonaro e suas falas.

Mas a verdade é que um apoio formal nunca veio. Um voto de FHC em Haddad ficou sempre no subentendido.

Eis que na votação deste domingo um vídeo do momento em que o ex-presidente votava virou o novo “vestido azul e preto ou branco e dourado“.

Afinal, votou 13 ou não?

E ainda estão afirmando que ele votou no 40, de Márcio França, contra o 45 de seu partido PSDB.

Tem quem crave sem dó.

É uma ótima discussão para o botequim. A verdade é que é muito difícil cravar.