Árbitro de vídeo vai roubar a cena na Copa, diz blogueiro da Folha

Mateus Luiz de Souza

Nem Neymar, nem Messi, nem Cristiano Ronaldo. Para o jornalista Luís Curro, do blog O Mundo é uma Bola, o grande personagem da Copa de 2018, que começa na quinta (14), será o VAR, o sistema de árbitro de vídeo. “Vai roubar a cena”, diz.

Ele foi o nono convidado do Fale, blogueiro, programa semanal de entrevistas com blogueiros da Folha no Instagram Stories. O programa faz parte da cobertura do #HashtagnaCopa.

Curro está confiante em relação ao hexa. “Conseguimos assimilar o 7 a 1. O Brasil vem forte, acredito no título”.

Assista à íntegra do programa ou leia abaixo os melhores trechos.

Por que menos pessoas se interessam por futebol?
Um dos motivos pelo aumento do desinteresse, conforme aponta pesquisa do Datafolha, é a violência que tem envolvido o futebol e os arredores mês sim, mês não. Há casos de torcedores que já morreram, a violência assusta, afasta a torcida. O nível técnico tem caído, já faz muito tempo os melhores jogadores são exportados para os grandes clubes da Europa. O produto futebol está em baixa. Espero que seja uma coisa cíclica, que o Brasil, ganhando a Copa, tenha o interesse pelo esporte renovado. O futebol é empolgante, é esporte mais popular do planeta, o time é quase uma religião. Tem que ver se esse desinteresse é uma tendência que está se intensificando de fato.

Esse desinteresse ficou mais visível a partir de junho de 2013.
No momento em que o Brasil ganhou a sede da Copa, criou-se a discussão se o evento era necessário para o país, que havia áreas mais importantes para receber investimentos. Natal (RN) tem um estádio de Copa do Mundo, como usar isso de forma inteligente sem dar prejuízo? O país do futebol virou o país da corrupção. A gente vê um escândalo atrás de escândalo nas páginas dos jornais. Por isso se pensa muito em se colocar a importância do futebol acima ou não de outros assuntos. Há inúmeros temas em que o Brasil está muito atrasado e precisa investir mais do que futebol, é evidente.

Como foi o caminho do 7 a 1 para cá?
Considero que o Dunga foi um erro porque ele já tinha tido uma experiência fracassada na África do Sul. Ele se desgastou muito com a opinião público e isso não mudou até 2014. As ideias do Dunga podiam ser contestadas, enquanto o Tite era o técnico mais vitorioso nos últimos anos. Depois do fiasco da Copa América de 2016, a CBF chamou Tite, que era um crítico da entidade. Ele alegou que conseguia separar o jogo dos problemas de corrupção da CBF. O Tite era unanimidade nacional. É o melhor técnico do Brasil, e tem que estar no comando o melhor técnico. Faz um trabalho excelente. Dá pra melhorar, eu chamo atenção para alguns erros, porque queremos que o Brasil conquiste o hexa.

Eu queria que você olhasse o 7 a 1 numa perspectiva histórica.
O tempo foi muito cruel com o Barbosa (goleiro de 50). Ele teve uma falha contra o Uruguai no chute do Ghiggia, mas naquela jogada o Bigode (lateral esquerdo) falhou tanto quanto ele. Colocar todo o peso em cima dele, ainda mais que o Barbosa era negro, se criou uma impressão que tinha a ver com a raça, algo totalmente descabido. Barbosa foi talvez o maior injustiçado da história do futebol brasileiro, quiçá mundial. O 2 a 1 foi um jogo disputado. Muita gente pensa em comparar qual foi a maior tragédia do futebol brasileiro. Tragédia, realmente, foi 50, com o Maracanã lotado. Agora, vexame, foi o 7 a 1, é preciso fazer essa distinção. Foi a derrota mais acachapante da história. O tempo, no entanto, ajuda, ele não foi muito amigo do Barbosa, mas a gente conseguiu amenizar isso nos últimos 4 anos com o 7 a 1, tem muito a ver com o momento da seleção brasileira, de estar chegando bem para a Copa, só tivemos sob Tite uma derrota (um amistoso para a Argentina) em 21 jogos. Assimilamos o 7 a 1. Temos 6 jogadores do 7 a 1 na Rússia.

E como vai ser o cruzamento dessa Copa do Mundo?
Se tudo der certo, o Brasil só deve pegar Argentina ou Alemanha na final. O Brasil pega na primeira fase Suíça, Costa Rica e Sérvia. Devemos passar com tranquilidade na primeira fase. A Alemanha tem um grupo fácil com México, Suécia e Coreia do Sul, não vejo eles ficando pelo caminho igual foi com a França em 2002, Itália em 2010 e a Espanha em 2014, todos campeões que fracassaram nas edições seguintes. O primeiro adversário brasileiro do mata-mata deve ser o México, que deve passar em segundo do outro grupo. O México não é um time fácil, foi campeão da Olimpíada sobre o Brasil em 2012. Nas quartas, o Brasil em tese deve pegar a Bélgica, que não tem tradição em Copas. Tem uma geração boa com De Bruyne, Lukaku, Hazard, mas não é algo que assuste. O problema é na semifinal, que deve ser a França. Olhando para trás, perdemos para o franceses em 86 nos pênaltis, a final de 1998 e a quartas de 2006. Também podemos enfrentar na semi o Uruguai, sempre vão lembrar o fantasma da Copa de 50. Esse fantasma não existe mais desde 1970 quando superamos eles. Se pegarmos os uruguaios, vai ser difícil pois têm uma das melhores duplas de ataque com Suárez e Cavani.

Até onde o Brasil pode ir? É o melhor time desde 2002?
No conjunto acho que é. Individualmente tem o Neymar, e outros jogadores com potencial muito grande. Philippe Coutinho, Gabriel Jesus, Willian, defesa sólida com Miranda e Thiago Silva. Individualmente não acho que seja a melhor seleção, em 2006 tinha Ronaldo, Ronaldinho melhor do ano, Kaká, Adriano, Robinho. Em 2010 tinha o Robinho de novo e o Kaká na melhor fase da carreira. Mas pelo conjunto o Tite conseguiu armar um time que consegue jogar de uma forma que o individual não fique tão evidente. Se sair o Neymar consegue jogar de forma satisfatória, embora o Neymar esteja entre os cinco melhores do mundo. Eu acho que o Brasil vai ser campeão. O Brasil consegue sem problemas enfrentar as seleções da Alemanha, Argentina, França. A França é o elenco, no papel, com maior valor de mercado (próximo a 5 bilhões de reais). Pogba, Griezmann e o Mbappé.

Quem deve ser a revelação da Copa?
Eu ficaria surpreso se não fosse o Mbappé, atacante do PSG que com 19 anos é rápido, tem visão de jogo, jogador fora de série. Veja o jogo da França, ele deve ser titular ao lado do Griezmann no ataque, ele pensa rápido, finaliza bem, joga para o time. Guarde esse nome.

Como estão os candidatos a melhor do mundo?
O Neymar tem chances de ganhar o prêmio se jogar muito, mas precisa estraçalhar todos os jogos, fazer gol, se dedicar, reclamar menos, dar assistências, enfim, o que se espera do Neymar. Está aberto o prêmio. O Salah, egípcio, acabou se machucando na final da Liga dos Campeões, mas fez uma ótima temporada com 32 gols no campeonato inglês. A Copa precisa do Salah, o Egito precisa do Salha. Cristiano Ronaldo foi o cara do Real madrid na Liga dos Campeões com 15 gols, mas na final não jogou tão bem. Se o Messi fizer uma boa Copa pode concorrer com eles. Não vejo ninguém da Alemanha ou Espanha se destacando a ponto de concorrer.

Como você enxerga o VAR, sistema de árbitro de vídeo?
Contextualizando, o sistema de árbitro de vídeo, o VAR, é recente, tem tido testes nos dois últimos anos. Como funciona? Algumas ligas implantaram o árbitro de vídeo, ele fica fora do estádio. Na Copa do Mundo vai ter uma central em Moscou e o árbitro de vídeo vai ficar lá. Pode-se recorrer ao VAR em quatro ocasiões em que haja dúvidas: quando acontece gol, pênalti, lance de expulsão e erro de identidade (quando o jogador é expulso e se mostrou cartão errado). É um sistema que tem tido muitas confusões, muitas críticas porque envolve a dinâmica do futebol. Teve lance na Copa das Confederações ano passado, no jogo Camarões x Alemanha, que se recorreu ao árbitro de vídeo e a partida ficou parada quatro minutos. Isso em um lance. Imagina se numa partida da Copa isso acontece em cinco, seis lances? Quanto tempo ficará parado? É preciso diminuir o tempo de parada dos jogos, não é um sistema infalível. Na Austrália, por exemplo, o VAR quebrou no meio de um jogo, em um momento crucial. O VAR vai ser o personagem dessa Copa. Anote aí: o VAR vai roubar a cena, e não o Messi, o Neymar, o Cristiano Ronaldo. O jogo vai se tornar mais lento, vamos ter que nos acostumar a esperar. Tem muito lance interpretativo. Pode ter discordância entre o árbitro de campo e de vídeo.

Considerações finais.
Espero uma Copa do Mundo maravilhosa, que fique para sempre na memória.

LEIA MAIS
Relembre os memes da Copa de 2014 e entre no clima pra Rússia.